quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Portugueses que merecem ser distinguidos

Cinema - João Canijo
O realizador português atingiu a plenitude com o seu último Sangue do meu Sangue, onde retrata de modo perfeito as agruras do portugal do eixo suburbano amadora-sintra, nesse filme, como nunca antes, retrata-se o portugal de hoje, quando se sai a 5 minutos da capital de luxo e se entra num universo de vidas amarguradas, pela crise, pela falta de soluções e de dinheiro, pelo convívio com a droga, a marginalização social, a uni-parentalidade, tudo isto com um argumento do melhor que alguma vez se escreveu, sem falsos amadorismos, nem pretensões, apenas cinema no seu perfeito estado. Grandes interpretações, uma grande história, e um retrato que nos faz pensar, pensar e pensar neste portugal de desigualdades, mas de esperança, multi-cultural, rasca, mas com um grande sentido de humanidade na tradição e herança católica do pós-25 de abril, da defesa da família e dos filhos acima de tudo.
Algumas das melhores cenas de cinema português estão neste filme, poderia ser o melhor filme do ano em qualquer uma das melhores listas de cinema do mundo... Canijo levou as suas famosas falas paralelas ao limbo da perfeição, causando desconforto e atingindo quem de direito (a sociedade) com um murro no estômago (tomem lá, este também é o nosso país).
Parabéns Canijo. Sangue do Meu Sangue, o melhor filme do ano é português por mérito próprio.


João Canijo





Sem comentários:

Enviar um comentário