domingo, 9 de outubro de 2011

eu avisei

sempre disse que o Canijo era provavelmente o único realizador que valia a pena no panorama do cinema nacional actual (adorei o Noite Escura e mesmo o Mal Amada)... quando digo que vale a pena, falo do público, do público e do público, e claro da sua visão "embora ele tenha dito recentemente que nunca compromete a visão dele em relação ao que o público quer, disse-o à Paula Moura Pinheiro, mas acho que falava comprometido pelo sistema", mas de facto não é isso que se pede, basta que se jogue de modo inteligente e acima de tudo com talento, com as armas que temos... os actores, o texto (e que grande argumento) e a realização... é deste cinema que Portugal precisa... deste profissionalismo e carisma... farei uma crítica a seu tempo, do filme Sangue do meu Sangue, estou ainda em fase de digestão, provavelmente e no meio do marasmo que tem sido este ano, o filme do ano é português...
Parabéns :O) que bom pagar e sair satisfeito...

Sem comentários:

Enviar um comentário