segunda-feira, 25 de abril de 2011

o tempo quente

"sinto que saio do frio,
espero o sol do campo
pela candura das veredas verdes
dos luares de encanto

os dias vão crescer,
estender-se pelo mar
as brisas vão voltar
como os pássaros, seus cantos

mas em breve volta o luar
o encantamento dos bichos e das coisas
o sol torna a esconder,
e no mar deixo o meu pranto"

Sem comentários:

Enviar um comentário